quinta-feira, maio 31, 2018

Ex-jogadores no banco, como treinadores

Julinho

A atual Copa Ouro de Futsal, mais do que em outras, coloca na vitrine nomes muitos conhecidos da galera, que fizeram muito sucesso dentro de quadra e agora começam a buscar o mesmo brilho no banco como treinadores.

O mais recente deles é Dedé, grande jogador de futsal, o qual, em nível local, fez grande sucesso vestindo a camisa da Clima Frio.

Dedé encarou o desafio de começar treinando logo a equipe campeão do ano passado, bicampeão da competição, que busca o tricampeonato este ano, A Manauara.

De cara, ganhou o torneio início faturando o ponto extra, além de vencer seu primeiro compromisso, terça-feira passada.

Sassá, um grande craque do futsal, já vinha ensaiando na carreira de treinador, sem abdicar da de atleta, mas, este ano está apenas no banco, no comando da equipe da Madeireira Angelim.

Júlio Leal já está a mais tempo na função de treinador. Já foi até campeão pela Oficina Pereira/Genasc, depois de brilhar intensamente nas quadras. Treinou o Trovão Azul, cuja camisa vestiu com sucesso, e este ano está ao lado de outra lenda do futsal itaitubense, Pedro, no América.

São ex-atletas que conhecem tudo dentro da quadra, os quais conviveram com grandes treinadores, dos quais assimilaram os conhecimentos, e agora, juntando a teoria com a prática, podem continuar ajudando o futsal de Itaituba a crescer e, quem sabe, dentro de algum tempo, com apoio, possam estar trabalhando para formar jogadores locais.