sexta-feira, fevereiro 02, 2018

Sindsaúde quer 10% de reajuste

Mais uma vez, Sindsaúde e Sintepp vão caminhar separados em suas campanhas salariais.

Depois de algumas conversas, ficou alinhavado um acordo para que os dois sindicatos fizeram juntos a campanha por reajuste dos salários dos seus filiados.

O Sintepp já havia decidido em assembleia geral, quinta-feira da semana passada, que vai lutar por um reajuste de 16%.

Ontem o Sindsaúde reuniu e decidiu que sua proposta para o governo municipal será de 10%, depois de aventar o patamar de 13%.

É provável que, se os dois sindicatos citados se unissem para enfrentar essa batalha pelo reajuste de salários, o Executivo tivesse dificuldades maiores para chegar a um acordo. 

Não que se enxerguem facilidades no horizonte. Pelo contrário: o prefeito Valmir Climaco vai precisar utilizar toda sua veia de negociador para evitar que aconteçam greves demoradas, que prejudiquem o andamento de serviços públicos essenciais, como saúde e educação.