Postagem em destaque

5 Minutos Com Jota Parente

terça-feira, janeiro 09, 2018

Força Nacional tem permanência prorrogada na Amazônia, incluindo Itaituba

Combate a crimes ambientais ocorre em apoio ao MMA

Brasília, 9/1/18 - O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ) prorrogou por 180 dias das ações da Força Nacional no enfrentamento a crimes ambientais na Amazônia, atendendo a solicitação do Ministério do Meio Ambiente (MMA). A medida, assinada pelo ministro Torquato Jardim, foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (9).

O papel da Força Nacional é garantir a segurança de servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nas ações de combate aos ilícitos ambientais na Amazônia, para preservar a ordem pública, a incolumidade das pessoas envolvidas e o patrimônio da União.

"A operação Onda Verde também tem o objetivo de combater o comércio ilegal de madeira e crimes em geral. As ações também têm apoio da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e dos órgãos locais de segurança pública dos estados", explica o secretário nacional de Segurança Pública, general Carlos Alberto Santos Cruz.

Inicialmente, a operação foi realizada em Novo Progresso, no Sudoeste do estado do Pará, entre julho e outubro de 2017. A partir daquele mês, as equipes foram transferidas para Itaituba, no Sudoeste paraense; em Juina, no Noroeste do Mato Grosso; e em Humaitá, no Sul do Amazonas.

Coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJ), a Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação federativa de auxílio à segurança pública em qualquer ponto do país. Atualmente, a Força desenvolve 16 operações em 10 estados.