Postagem em destaque

5 Minutos Com Jota Parente

segunda-feira, janeiro 29, 2018

Câmara vai ter que fazer adequações em leis sobre mão única

Rua Casarejos, em Mogi das Cruzes, passa a ter mão única nesta terça (Foto: Guilherme Berti/PMMC)Tudo que for feito, tem que levar em consideração a saída do porto da balsa. Essa opinião foi ratificada por todos os participantes do programa O Assunto É Este de sábado passado.

O vereador Peninha levantou a questão, e os outros convidados do programa, João Paxiúba e Deck Melo concordaram que seria importante fazer mudanças que façam fluir melhor a saída dos veículos que chegam na balsa que faz a travessia do Tapajós, chegando de Miritituba.

Todos opinaram que em vez de seguirem pela avenida São José, dobrando na travessa João Pessoa, o melhor caminho a seguir é subir pela travessa Lauro Sodré, uma das vias que terá mudanças.

A ideia apresentada é de que os veículos, ao saírem da balsa, subam pela travessa Lauro Sodré até a avenida Nova de Santana; lá, devem dobrar à esquerda, seguindo seu destino, sendo impedidos de dobrar à esquerda na direção da João Pessoa, pois essa será mão única apenas descendo na direção do rio Tapajós.

Mudanças na lei
Deck Melo, do Detran, lembrou que como o convênio para sinalização foi assinado em 2014, tendo sido feito uma atualização no final do ano passado, porque o valor inicial era muito menor, pouco mais de R$ 1,5 milhão, tendo passado para quase R$ 4 milhões.

O projeto feito pela engenharia de tráfego do governo do estado ficou defasado, não correspondendo mais à realidade atual do trânsito em Itaituba, sendo necessário fazer adequações.

Como o coordenador da Comtri, Aguiarzinho, já havia dito que nada será feita feito sem que a Câmara seja ouvida, e Deck Melo também reafirmou essa necessidade, o vereador Peninha disse que no que depender do Poder Legislativo, será feita a inclusão ou a supressão de artigos que mudem o que precisa ser mudado.

Peninha disse que existe entendimento de todos os vereadores sobre a urgência e a importância de fazer as mudanças que contribuírem para melhorar o trânsito na cidade, e que isso pode ser feito em regime de urgência urgentíssima.

São seis novos sinais que serão colocados, e um deles talvez seja implantado no cruzamento da Transamazônica com a 7ª Rua.

Educação no trânsito
Educação de trânsito para adulto, em Itaituba, é igual a enxugar gelo. Somente uma fiscalização forte, como tem acontecido desde os últimos anos de 2017, aliada a uma boa sinalização reduz o número de acidentes e de mortes.

Educação no trânsito deve ser direcionada para crianças, adolescentes e jovens, nas salas de aula.

João Paxiúba lembrou que existe uma lei municipal, aprovada ainda no governo de Wirland Freire, que disciplina essa matéria. Todavia, essa lei nunca foi implementada.

Investir na educação de trânsito dessa nova geração é investir na preservação de vidas e na economia de um grande volume de recursos públicos despendidos no tratamento de acidentados.

A importância do papel do Jornal do Comércio e do blog do Jota Parente
João Paxiúba disse que é importante destacar a importância da preocupação do jornalista Jota Parente com os problemas do trânsito de Itaituba, manifestada, inúmeras vezes, por meio do Jornal do Comércio e do seu blog.

O semáforo da Transamazônica com a 13ª Rua é fruto de diversas manifestações do jornalista, chamando atenção para a demora para atravessar a 13ª Rua, além de contribuir para a diminuição do número de acidentes.

A prática mostrou que a preocupação do jornalista era pertinente.

O vereador Peninha lembrou da audiência pública realizada no começo de 2016, após uma matéria do Jornal do Comércio, que mostrou a gravidade da situação naquele período, em que ocorreram 42 mortes no trânsito da cidade, além do grande número de acidentes que deixaram muita gente traumatizada.

A editoria dos dois veículos citados reafirma o seu compromisso de continuar chamando atenção para o problema, cumprindo sua responsabilidade social de ser bem mais do que apenas repassadores de informações.


Por fim, espera-se que continue o esforço dos órgãos de trânsito, Comtri e Detran, de estar presente nas vias, combatendo os excessos, e que a Polícia Rodoviária Federal venha mais vezes e permaneça por mais tempo em Itaituba, pois no momento, segundo disse o vereador Peninha no programa, a presença da PRF deve-se a uma manifestação do Ministério Público Federal.