quarta-feira, agosto 09, 2017

Diego chama atenção para o caso Reginaldo Campos

O caso do vereador Reginaldo Campos, de Santarém, há vários mandatos no cargo, que foi preso na manhã da última segunda-feira em Santarém, juntamente com advogados e assessores seus, chamou atenção do vereador Diego Mota, que fez uma reflexão sobre isso, na sessão desta quarta.
            “O que nós estamos querendo mostrar para os colegas e para nós mesmos, é que esse tipo de problema não está restrito a deputados federais, no Congresso Nacional, nem tampouco apenas a Brasília. Qualquer lugar, ou qualquer político que fizer coisa errada pode ser atingido.
            No caso do vereador de Santarém, chamou atenção a questão de funcionários fantasmas. Isso nos leva a olhar para nós mesmos, para vermos como estão agindo os nossos assessores, se estão cumprindo horário, se não estão apenas recebendo.
            Hoje existe uma mobilização muito grande pela moralização da política, existe uma vigilância muito grande sobre os políticos, exatamente por isso, pelos desvios que cometem. Nós precisamos fazer essas ponderações para que não incorramos nos mesmos erros, porque é lamentável, é vergonhoso um vereador ser preso, tanto para ele quanto para quem apostou no seu mandato.

            Não está fácil ser político neste país, por conta de tudo isso. E a população também pode ajudar, entendendo que o vereador não é uma fábrica de emprego e cobrando para que nós façamos o nosso verdadeiro papel, que de legislar e fiscalizar o executivo”, encerrou Diego.