sexta-feira, julho 21, 2017

Questionamentos sobre o IPTU

A grande maioria das cidades tem muitos terrenos bem localizados sem nenhuma edificação.
Geralmente, esses terrenos vazios com localização privilegiada foram comprados por pessoas que aguardam a sua valorização para vender, obtendo um bom lucro, o que conhecemos como especulação imobiliária.
Nos últimos dias tem surgido muitos questionamentos nas redes sociais sobre o valor do IPTU cobrado pela prefeitura sobre esses imóveis vazios.
Ocorre que, um terreno desocupado no centro da cidade, não tem nenhuma função social, e só traz problemas para os vizinhos que passam a conviver com o risco de doenças, por conta da sujeira que normalmente se acumula em áreas baldias.
Além disso, um terreno vazio localizado no centro da cidade, já conta com a infraestrutura de asfalto, energia elétrica, e costuma estar próximo de escola e posto de saúde. É por isso que a Prefeitura justifica a cobrança mais cara do IPTU de um terreno nessas condições.
Tenho visto, também, pessoas que moram em bairros da periferia da cidade, reclamando do valor da cobrança do IPTU, mas, é preciso entender que é através do dinheiro arrecadado com esse imposto, que ajuda a prefeitura a fazer a pavimentação das ruas, a construir meio fio, galerias pluviais e a comprar combustível para o funcionamento do maquinário usado nesses serviços.
Além disso, a prefeitura ainda é obrigada por lei, a destinar da arrecadação do IPTU, 25% para a educação e 15% para a saúde. Por tanto, a população está correta em cobrar os seus direitos, mas, também tem o dever de cumprir com suas obrigações.
Weliton Lima

Comentário do Focalizando de quinta-feira, 20/07/2017