quinta-feira, junho 08, 2017

Vereadora diz que foi discriminada em evento da Semana do Meio Ambiente

Bastante irritada, a vereadora Antônia Borroló foi à tribuna da Câmara, ontem, para protesta contra o que chamou de discriminação por ser mulher e negra, por ocasião da semana do meio ambiente.

O fato se deu no clube de Cabos e Soldados, quando ela estava junto com seu colega de parlamento vereador Diego Mota, no final da programação.

Diego foi chamado para compor a mesa como representante do Poder Legislativo, enquanto ela foi solenemente ignorada.

“Nem se quer registraram minha presença. E pior: o vereador Peninha chegou ao local umas duas horas depois, e foi imediatamente chamado para a mesa. E o vereador Peninha não é mais vereador do que eu, não é melhor do eu”, disse Antônia.

Ela afirmou que se sentiu discriminada, tanto como mulher, quanto por ser negra. E não poupou críticas ao secretário de meio ambiente Bruno Rolim, a quem atribuiu a culpa pelo acontecido.

Alguns vereadores, dentre eles Davi Salomão, Maria Pretinha e Diego Mota solidarizaram-se com Antônia.


Já o vereador Peninha, para quem sobrou indiretamente algumas farpas, sugeriu que a presidência da Casa de Leis, toda vez que a Câmara for convidada para algum evento, que seja indicado um vereador para representa o Legislativo.