sexta-feira, junho 30, 2017

O deputado federal Josué Bengton é condenado a cinco anos de prisão

 O pastor Josué Bengtson, que não será preso por ter mais de 70 anos, também foi acusado de usar a sua "Igreja Quadrangular" pra lavar dinheiro que recebia da corrupção.

O pleno do Supremo Tribunal Federal, sob relatoria da ministra Rosa Weber, rejeitou, no último dia 23, os Embargos de Declaração oferecidos pela defesa de Josué Bengtson, mantendo a decisão da primeira turma quanto à extensa acusação contra o pastor e deputado.

Ele foi acusado de crimes no âmbito do caso dos "SANGUESSUGAS", onde deputados ligados às igrejas evangélicas, em conluio com empresários, desviaram recursos das emendas parlamentares que eram destinados à compra de ambulâncias . O pastor deputado foi condenado pelo STF, mas não será preso.

Josué Bengtson foi condenado a 5 anos e 6 meses de reclusão por corrupção passiva, mas teve a extinção da pena aplicada ao seu caso, em virtude do pastor  ter mais de 70 anos de idade, fato que trouxe a incidência da prescrição.

Fonte: Evandro Correa (ParáNews)