segunda-feira, junho 19, 2017

Eles é que mandam na Amazônia

 Não interessa se aqui na região amazônica vivem mais de 20 milhões de brasileiros de todos os estados, que querem ter o direito de viver com dignidade, coisa que o governo não deixa.

O veto do presidente, do combalido e atrapalhado presidente do Brasil, Michell Temer às MPs aprovadas pelo Congresso nacional, atendendo aos rogos de Greenpeace e WWF, principalmente, faz com que volte tudo a ser como era antes das medias provisórias, sem que o governo possa reenviar para o Congresso com o mesmo teor.

A senhora Gisele Bundchen, que há muitos anos vive nos Estados Unidos, no bem bom, também teve sua cota de participação na pressão.

O que resta para a região? Continuar lutando, agora, para ver se o Congresso derruba o veto do presidente, como fez com o caso do imposto sobre cartões de crédito.

Enquanto isso, o governo vai continuar ausente da região, aparecendo de tempos em tempos com ações cinematográficas para gringo ver, reprimindo atividades ilegais, das quais, muitas são ilegais porque o governo não possibilita a regularização.

Enquanto isso, os projetos de concessão de exploração da floresta para produção de madeira não sai do papel.

Diria o comendador Raimundo Mário Sobral, da saudosa A Província do Pará: valhanos quem?