segunda-feira, maio 15, 2017

Homem mata "amigo" enforcado

 O Liberal

A Polícia Civil de Itaituba prendeu Naldo Camassuri Apiacá, de 37 anos, no domingo (14). Ele confessou ter assassinado o próprio amigo, Ledivaldo Barradas ("Barradinha", de 62 anos), na última quarta-feira (10). O caso até então era apontado como suicídio, já que a vítima foi morta por enforcamento com uma corda de malhadeira.

Ledivaldo foi encontrado morto na embarcação dele, à margem do igarapé Bom Jardim. Sempre chegava no início da manhã. Um amigo, que sempre tomava café com ele, achou estranho que o barco estava sem amarração e que ainda não havia visto Ledivaldo. Foi até a embarcação e viu o chão ensanguentado. Assustado, chamou os tripulantes do barco e a polícia.

Naldo confessou o crime ao delegado Djalma Pereira, da Delegacia de Itaituba, mas não explicou a motivação. Ele já havia confessado o crime a outras pessoas e a Polícia Civil chegou a ele rapidamente. A tese de suicídio foi descartada assim que Centro de Perícias Científicas Renato Chaves apontou homicídio.

Como Naldo era amigo de Ledivaldo, apontado como uma pessoa muito querida pela comunidade de pescadores do município, amigos e familiares estavam revoltados. Quando souberam quem era o assassino, quiseram fazer justiça com as próprias mãos. O delegado Djalma garantiu que ele vai responder, de acordo com o Código Penal Brasileiro, pelo crime de homicídio.