quarta-feira, abril 19, 2017

Violência: Vereadora precisou de escolta da PM para entrar em casa

Jota Parente: Antônia Borroló estreou na tribuna
A violência não escolhe cara. Nem vereador está a salvo.

A vereadora Antônia Borroló (foto), em aparte ao discurso do vereador Daniel Martins, que abordava a falta de resultados práticos da reunião sobre segurança pública, contou que passou por um susto.

Foi seguida por dois elementos em uma motocicleta.

À reportagem do blog ela contou que quando diminuía a velocidade de seu carro, a motocicleta também diminuía.

Ao chegar à frente de sua casa, quando parou, os motoqueiros pararam.

Sem perda de tempo ela se dirigiu para a 19ª Seccional de Polícia Civil, onde relatou o caso para os policiais de plantão, que entraram em contato com a Polícia Militar, que mandou uma viatura acompanha-la.

Antônia disse que ficou bastante assustada, tendo convicção de que se tratavam de dois marginais, que tinham a intenção de assalta-la.


Esse é apenas um exemplo do que ocorreu com uma pessoa conhecida, demonstrando como anda a situação da violência em Itaituba.