quinta-feira, abril 06, 2017

Santos de pode ter que jogar a 1ª partida da semifinal fora de casa

Estádio Zerão não atende exigência do regulamento
     Um dos jogos da semifinal da Copa Verde entre Santos-AP x Paysandu pode não ocorrer em Macapá (AP) porque o estádio Olímpico Zerão, onde o Peixe da Amazônia realiza as partidas, tem capacidade apenas para quatro mil torcedores. 
   De acordo com o artigo 18 do Regulamento da Copa Verde, nas fases semifinais e finais o estádio precisa ter a capacidade mínima de 10 mil lugares. No entanto, o Santos Amapaense está buscando soluções para o problema. Uma delas seria instalar arquibancadas provisórias para atingir a capacidade exigida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Caso o contrário, a própria CBF irá escolher o estádio em outro estado para o jogo do Peixe da Amazônia com o Papão da Curuzu. 
     “Nós (Santos-AP e Federação Amapaense de Futebol (FAF)) estamos tentando encontrar soluções para que o jogo possa ser realizado com a nossa torcida. Uma delas é montar arquibancadas no estádio Zerão para cumprir o regulamento”, afirmou o presidente do Santos-AP, Luciano Marba. Hoje, a CBF faz o sorteio para definir o mando de campo da semifinal da Copa Verde entre Santos-AP e Paysandu. 
     De acordo com a tabela base, o primeiro jogo entre as duas equipes será disputado dia 16 de abril (domingo). O outro jogo será no dia 19 de abril (quarta-feira). Tomando-se por base o que a CBF decidiu entre Brusque (SC) x Corinthians, pela Copa do Brasil de 2017, provavelmente o Santos-AP não vai poder aumentar a capacidade de seu estádio para 10.000 lugares, construindo arquibancada metálica, pois a entidade nacional teria de ser comunicada com 30 dias de antecedência dessa decisão, para que o estádio pudesse ser vistoriado e obter o aprovo da CBF. Assim, dificilmente o Peixe jogará em Macapá contra o Paysandu. (ORMNews)