quarta-feira, abril 19, 2017

Calotes de terceirizadas dos portos preocupa

ETCs em Miritituba
O blog já tratou desse assunto anteriormente, mas, agora ele voltou com força total.

Empresas contratadas para prestar serviços aos portos tem dado calote na praça, e não é de hoje.

Foi noticiado aqui neste espaço, há poucos meses, que existe até o caso de empresa de Itaituba que deixou de vender para essas terceirizadas depois de não receberem, por isso, só vendem se for à vista.

Nos últimos dias isso voltou a agitar o comércio, principalmente depois que um empresário do ramo de restaurante ameaçou liderar um bloqueio a uma das maiores estações de transbordo de cargas, a Cargill.

Houve um alvoroço, e o empresário recebeu até ligação de alguém ligada à empresa para uma conversa.

Tudo porque uma terceirizada não pagou o que devia ao mesmo.

A CDL entrou em ação, e o presidente Patrick Souza informou que deverá acontecer uma reunião para tratar do assunto.

Esse é um problema recorrente, que tem que parar.