sexta-feira, março 31, 2017

Sérgio Moro evita responder perguntas que o incomodam

Juiz Sérgio Moro disse que perguntas eram “ofensivas”Folha - O juiz federal Sérgio Moro evitou confrontar os petistas que questionaram suas decisões na Operação Lava Jato, principalmente na condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e na interceptação telefônica da ex-presidente Dilma Rousseff.

"Não cabe a mim responder sobre casos pendentes. Minhas decisões estão sujeitas a controles jurisdicionais. Não me cabe aqui ficar explicando a perguntas ofensivas de parlamentares", disse.

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) rebateu Moro.


"Uma coisa são perguntas que incomodam, outra coisa são ofensas. Nossas perguntas incomodam", declarou.