segunda-feira, março 13, 2017

Polícia do Pará enxuga gelo: Ministério Público não apresentou denúncia, bandidos foram soltos e presos novamente, já no RN

A gente já tem muitas queixas da polícia, por causa da violência que castiga o Estado do Pará. E quando a polícia prende perigosos bandidos que a sociedade quer ver atrás das grades, vem o Ministério Público, e às vezes, a Justiça, e os caras são soltos.

Como diria FHC, assim não pode, assim não dá.

Está no Repórter 70, prestigiada coluna do jornal O Liberal, de hoje, a seguinte nota, "ipsis litteris".
---------------------------------------
- Como dizem os mais velhos, a Polícia do Pará está “enxugando gelo”.

Os traficantes presos em novembro pela Divisão Estadual de Narcotráficos da Polícia Civil, flagrados com megaestrutura de produção de entorpecentes – máquina de fabricação de drogas sintéticas, como ectasy e LCD, além de estufas para o cultivo de maconha em casas e apartamentos nos bairros Guamá, Marambaia e Nazaré, ganharam liberdade em janeiro deste ano.

MP não apresentou denúncia
Por excesso de prazo, os traficantes aproveitaram a ausência de denúncia do Ministério Público Estadual e entraram com pedido de Habeas Corpus na Justiça.

E em liberdade, pegaram o beco, como se diz no jargão policial.

Sorte que pouco mais de uma semana depois, o grupo reincidiu no crime, desta vez, no Rio Grande do Norte, e lá os traficantes acabaram caindo nas malhas da Justiça Federal.

Bem, parece que em terras potiguares as coisas andam nos eixos e os traficantes passaram a ver o sol nascer quadrado.