quinta-feira, março 16, 2017

Celpa tem 90% dos medidores reprovados em testes

 Imetropará vai inaugurar novo laboratório para aferição à vista do consumidor (Foto: Ascom Inmetro)
Imetropará vai inaugurar novo laboratório para aferição
à vista do consumidor (Foto: Ascom Inmetro)
A cada dez medidores de energia elétrica aferidos pela Celpa, sob a supervisão do Instituto de Metrologia do Pará (Imetropará), nove apresentam defeito.

No ano passado, 1.682 equipamentos foram testados pelos órgãos competentes, sendo que cerca de 90% deles foram reprovados. Os principais defeitos detectados são engrenagem serrada, aparelho com base de alumínio furada, bobina de potencial quebrada, solda defeituosa do equipamento e vestígios de aquecimento.

Nos últimos meses, o serviço de vistoria foi suspenso pela Celpa, o que resultou em um acúmulo de 19 mil medidores aguardando aferição. As verificações nos aparelhos que anteriormente eram feitas dentro da própria Celpa, em um laboratório modesto, a partir do próximo mês serão realizadas no Imetropará, já que o órgão recebeu ontem a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) para aferição dos equipamentos.

O novo laboratório de aferição de medidores de energia do Imetropará tem capacidade para realizar duas mil verificações por mês. O local está equipado com duas bancadas e um total de dez posições para cada técnico. O espaço também tem duas bancadas individuais, sendo que em cada uma delas o consumidor vai poder acompanhar o teste do seu medidor. As bancadas adotam tecnologia de ponta, sendo que os servidores do órgão estão sendo capacitados para melhor utilizar as novas ferramentas.

A previsão é que o laboratório passe a operar no prazo de quinze dias. Ontem, uma equipe de técnicos do Inmetro do Rio de Janeiro esteve em Belém, para certificar o novo espaço. A primeira grande iniciativa do Imetropará, após a inauguração do laboratório, será realizar uma força tarefa, com o objetivo de reduzir o montante de 19 mil medidores em estoque, que aguardam a análise há vários meses.

Conforme avalia o presidente do Imetropará, Fabrizio Guaglianone, entre os principais benefícios do novo laboratório está o fato de o consumidor poder acompanhar as vistorias. “Isso representa transparência e credibilidade às verificações. Afinal, é grande a demanda de equipamentos a serem analisados”, explicou.

Ele diz ainda que o laboratório é pioneiro no Norte do Brasil em termos de modernidade nas instalações e equipamentos. “A partir de agora, todas as verificações de medidores serão feitas aqui no Imetropará. Entretanto, o trâmite para o consumidor continua sendo o mesmo. Caso ele queira solicitar uma vistoria no aparelho medidor, deve procurar a concessionária de energia elétrica”, recomendou.

Fonte: ORMNews