segunda-feira, março 13, 2017

Acusado de matar a própria mãe é decapitado

Acusado de matar a própria mãe é decapitado (Foto: Divulgação)
 Um detento identificado como Antônio Sérgio Sousa Guimarães, vulgo "Jurunas", de 26 anos, foi assassinado e decapitado durante uma rebelião no Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (CRASHM), em Cucurunã, Santarém, no Baixo Amazonas. Ele é acusado de matar a própria mãe, Maria Dilma Santos de Sousa, 56 anos.

De acordo com informações iniciais, desde que foi preso, na última quarta-feira (8), Antônio Sérgio era ameaçado por outros detentos. 

"Jurunas" foi morto na noite deste domingo (12) quando detentos do pavilhão 1, do Centro de Recuperação Agrícola "Silvio Hall de Moura", conseguiram arrombar e abrir os cadeados das celas.

Os internos retiraram Antônio Sérgio da cela e o espancaram. O detento ainda foi decapitado no corredor da ala.

NOTA SUSIPE
Por meio de nota, a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou a morte do detento Antônio Sérgio Sousa Guimarães no Centro de Recuperação Silvio Hall de Moura, por volta das 20h15 do domingo (12).

"Um grupo de presos do pavilhão 1, Ala A, conseguiu arrancar os ferros da tranca e abriram os cadeados da cela de medida disciplinar, vindo a retirar o interno que foi morto dentro da ala. O Instituo Médico Legal (IML) esteve na unidade penal fazendo a perícia e o Grupo Tático Operacional (GTO) foi acionado no momento do ocorrido", informou a Susipe.

"O fato será encaminhando para registro na Delegacia de Polícia Civil e serão abertos Processos Administrativos Disciplinares e um inquérito para apurar a autoria do crime", conclui a nota da instituição.

(DOL com informações de William Souza/RBATV)