domingo, fevereiro 12, 2017

Médicos e policiais estão entre profissões que mais sofrem com depressão

BRASÍLIA - Apesar de ser uma doença universal, a depressão e os transtornos mentais e comportamentais afetam de maneira diferente as mais diversas carreiras. No Brasil, as profissões que mais são impactadas pelo mal são seis, sendo elas: controladores de voo, profissionais da área de segurança, juízes, jornalistas, médicos e as profissões relacionadas ao mercado financeiro.

Só no ano passado, 75,3 mil trabalhadores foram afastados em razão do mal, com direito a recebimento de auxílio-doença em casos episódicos ou recorrentes, o que representa 37,8% de todas as licenças em 2016 motivadas por esses transtornos.


Os números, porém, podem ser bem maiores. Segundo especialistas, há risco de subnotificação, diante da dificuldade em comprovar o papel do ambiente de trabalho na ocorrência de episódios depressivos.