terça-feira, dezembro 06, 2016

Isaac diz que Valmir vai enfrentar resistência em algumas decisões já anunciadas

O vereador Isaac Dias (PSB (foto), falou a respeito de resistências que vai enfrentar o governo de Valmir Climaco, que assumirá dia 1º de janeiro.

Uma dessas resistências diz respeito à Escola Castelo Branco, localizada na Vila Nova, que serve ao bairro Vila Caçula.

O edil falou que neste final de ano o total de alunos é pouco superior a 300, mas, que no começo do ano eles eram mais do que isso.

Ele questiona, como a prefeitura irá fazer, caso resolva mesmo bancar essa briga de foice com a comunidade, para ligar a Vila Caçula e a Vila Nova ao Jardim das Araras, pois nem mesmo Wirland Freire, respeitado como homem que quando queria fazer, fazia, conseguiu tal feito.

Mas, não para por aí, disse ele.

A comunidade não vai abrir mão dessa escola assim tão facilmente, pois a OAB já tentou, e até a UFOPA já cogitou utilizar aquelas dependências, mas, o Conselho Escolar resistiu e não mudou nada.

Outra informação que o vereador passou da tribuna dá conta de que a futura nova administração não vai renovar o convênio com a Escola Marechal Rondon.

São mais de 600 alunos que estão nessa escola sob o regime de convênio.

Como vão ficar esses alunos? Para onde serão remanejados?


Perguntas que ficaram no ar para serem respondidas pelo prefeito eleito, Valmir Climaco, e Hamilton Pinho, escolhido para ser o secretário de Educação.