terça-feira, dezembro 06, 2016

Débito da prefeitura de Itaituba para com a Celpa passa de R$ 3 milhões

O vereador Iamax Prado (PMN) (foto), usou o tempo da liderança de seu partido, na sessão de hoje, para manifestar sua preocupação quanto ao que está acontecendo no final do governo da prefeita Eliene Nunes, no que tange a pagamentos de fornecedores e prestadores de serviços.

Sem revelar nomes, citou o caso de uma servidora temporária que trabalhava no CAPs.

Deu expediente durante o mês de outubro, mas, quando foi ao banco, não havia sido depositado nenhum centavo relativo ao seu salário.

Ela procurou o setor de recursos humanos da PMI, onde só então foi informada de que havia sido desligada do quadro de servidores.

O vereador afirmou que obteve informações de que a prefeita Eliene Nunes estaria despachando em Santarém.

Iamax informou aos demais edis e aos presentes na sessão, detalhes sobre o débito da prefeitura para com a empresa Celpa Equatorial, que ultrapassa a casa de R$ 3 milhões.

A energia elétrica de prédios da prefeitura só continua ligada por força de uma liminar concedida pouco depois de cortes feitos pela concessionária.



Essa bomba, não tem jeito, vai estourar nas mãos do prefeito eleito Valmir Climaco.