sexta-feira, dezembro 23, 2016

A crise deixou Papai Noel sem emprego

 Se as vendas no Natal do ano passado já não foram boas para o comercio local, na visão de especialistas, o desempenho do comércio neste ano, será ainda pior e isso pode ser visto no humor dos lojistas que evitaram até gastar com a decoração de seus estabelecimentos, como manda a tradição das festas de final de ano.
A crise econômica acabou com o brilho das luzes nas fachadas das lojas e está transformando este Natal no mais pobre que já se viu em Itaituba. Nem a campanha lançada pelos comerciantes para reduzir a inadimplência e recuperar o crédito dos clientes está surtindo o efeito esperado de aquecer, pelo menos, um pouquinho mais as vendas nesse período de festa natalina.
Quem consegue limpar o nome na praça, está evitando fazer novas dívidas, e assim as lojas da Hugo de Mendonça, principal centro comercial da cidade, às vésperas do natal estão praticamente vazias.
Outro fato curioso é que com esse cenário de recessão profunda, muitos comerciantes também evitaram maiores investimentos em novidades para atrair clientes e por conta do desemprego que anda em alta, a figura do papai Noel desapareceu da frente das lojas. Nem o bom velhinho está conseguindo uma vaguinha de trabalho neste final de ano, e quem alimentava o sonho de ganhar um bom presente neste Natal, vai ter que se contentar com uma lembrancinha e esperar o próximo ano.

Jornalista Weliton Lima. Comentário do Focalizando, quinta, 22/12/2016