quinta-feira, outubro 27, 2016

Indígenas retiraram-se do Porto da Balsa à meia-noite

Após receberem a notícia que tanto esperavam, dando conta de que o Ministério da Saúde havia cancelado a portaria 1.907/16, que retirava poderes dos DSEIs, os índios Munduruku suspenderam o bloqueio do Porto da Balsa, em Itaituba e em Miritituba.

Por volta das quatro horas da tarde eles decidiram abrir, inicialmente, provisoriamente, com fechamento alguns momentos depois, enquanto não houvesse confirmação de que a revogação havia sido publicada no Diário Oficial da União.

Eles mudaram de opinião e decidiram abrir geral, mas, passaram a cobrar pedágio dos motoristas que precisavam atravessar.

Carro pequeno pagava R$ 10,00 e carros maiores, R$ 20,00.

Quando chegou a informação da publicação no DOU, os índios se retiraram do local.

Nas entrevistas concedidas, ressaltaram que a união das diversas etnias em todo o Brasil foi importante para que fosse alcançado esse resultado positivo para eles.

Os DSEIs voltaram a ter autonomia, mas, o Ministério da Saúde estuda medidas para coibir o desperdício de dinheiro público, que deve ser utilizado exclusivamente para os fins aos quais são destinados.