segunda-feira, outubro 10, 2016

ICMBio lamenta morte de seu presidente

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) lamenta a morte de seu presidente, Rômulo José Fernandes Barreto Mello, nesta segunda-feira (10), e presta solidariedade a seus familiares. Paraense, Rômulo tinha 58 anos e deixa mulher e três filhos. Nas próximas horas o Instituto divulgará informações sobre o sepultamento.

Rômulo Mello foi o primeiro presidente efetivo do Instituto, sendo um dos principais responsáveis pela consolidação do órgão. Desde junho, ocupava o cargo pela segunda vez. Servidor de carreira do serviço público, Rômulo desempenhou, desde cedo, várias funções no governo federal na área do meio ambiente.

Nota enviado para o blog pelo geólogo José Waterloo Leal