quinta-feira, outubro 13, 2016

Curso de Engenharia Civil a distância. Pode?

Terça-feira, o vereador e médico Manoel Diniz, ao discursar na tribuna da Câmara, falou que está iniciando um novo curso superior. Dessa vez, Engenharia Civil.

Será mais uma graduação para ele que já concluiu diversas faculdades.

Até aí tudo seria normal, não fosse por um detalhe que merece reflexão: trata-se de um curso semi presencial, com presença apenas uma vez por semana.

O professor de a faculdade estabelecida em Itaituba com cursos presenciais, com o qual a reportagem do blog conversou sobre o assunto, disse que lementava que alguém com o nível de conhecimento de Diniz usasse a tribuna para falar sobre tal assunto.

Disse o professor, que na verdade esperava que o vereador tivesse outro posicionento, pois um curso que precisa preparar profissionais para essa área, tem que cumprir um monte de exigências, como ter laboratórios específicos à disposição dos acadêmicos, o que é impossível em um curso desse tipo.

Se a Ulbra, com toda sua estrutura, teve nota ridícula junto ao MEC, em seu curso de Engenharia Civil, o que esperar desse curso da UNOPAR em Itaituba?

Daqui a pouco, ninguém se surpreendenda se aparecer por aqui alguém oferecendo curso de Medicina à distância. É só o que está faltando.