sexta-feira, agosto 05, 2016

Convenção do PMN decide por esmagadora maioria coligar com Valmir

Foi realizada na noite de ontem, 04/08, a partir das 18h, na Câmara de Vereadores de Itaituba-CMI, a convenção do Partido da Mobilização Nacional - PMN, para a escolha de coligação majoritária e, diante da importância do partido, que ficou no centro de uma queda de braço entre o PSD de Eliene Nunes e o PMDB de Valmir Climaco, o PSDB resolveu entrar de forma desastrada nessa briga. A convenção do PMN demonstra o tom em que se dará a campanha para as eleições de 2016.

Quando o administrador do blog chegou à CMI, por volta das 17h30, pensou estar em outra convenção ante a grande presença de amarelinhos e alguns caciques do PSDB local e, ao se inteirar do porquê dessa presença, soube-se que o ex-vereador César Aguiar e Dirceu Frederico, além de outros, estavam contestando a relação do Filiaweb, que contém os filiados de um partido aptos a votarem e serem votados em convenção e que fica disponível no TSE.
 
A dupla do PSDB exigia que os votantes deveriam ser os constantes de uma relação enviada, sabe lá a quem, pela direção estadual do PMN, com os mais novos filiados ao partido. Soube-se, também, que esse rol de novos filiados tinha feito sua inscrição no PMN há uns três dias antes da data da convenção.

Diante de tanto alvoroço, discussão e bate-boca, o presidente do partido, vereador Iamax Custódio fincou pé, dizendo que poderia até perder seu mandato, mas não iria aceitar goela abaixo a imposição de gente estranha ao partido.

Dado o sinal verde, foi iniciada a votação com quase uma hora de atraso após a apresentação dos pretensos candidatos a vereador, que se disseram comprometidos com a candidatura de Valmir Climaco, exceto o vereador Orismar Gomes, dizendo este que aceitaria a decisão da maioria.

Com a votação em curso com os filiados constantes no filiaweb, onde deveria ser escolhido Eliene, Ivan ou Valmir para a coligação majoritária com a observação de filiada ao PSDB (imagem à esquerda), surgiram fatos inusitados, como a coleta, por representante do PSDB, de identidades de convencionais, filiado que não era filiado querendo votar, filiado requerendo de volta sua identidade, irmão de pretenso que não era filiado, mas queria votar e, a cada fato inusitado, sonoras vaias eram proferidas. 

Porém, o fato mais inusitado foi uma suposta compra de votos dos convencionais em favor do pretenso do PSDB, demonstrando-se que dinheiro não será problema na atual campanha. Com quase uma hora de votação, o pessoal do PSDB começou a abandonar o recinto, como antevendo a derrota a ser sofrida.


E, ao se aproximar das 21 horas, data limite da convenção, a urna foi aberta, sob observação dos presentes e, após terminada a contagem, contabilizou-se 39 votos em favor de Valmir, 03 em favor de Ivan D'Almeida e nenhum para Eliene Nunes. Logo em seguida chegou o pretenso candidato a prefeito pelo PMDB Valmir Climaco, que discursou agradecendo o apoio do PMN. Após, tirou várias fotos com os pretensos candidatos a vereador do PMN e a pretensa vice-prefeita de Valmir Climaco, Sueli Aguiar.

Fonte: blog do Norton Sussuarana