quinta-feira, maio 12, 2016

Temer deve explicitar realidade do país para desconstruir discurso de Dilma

O presidente em exercício, Michel Temer, deve colocar em prática uma estratégia de explicitar a situação política, econômica e social do país e se contrapor, logo no início do governo provisório, à gestão da presidente afastada Dilma Rousseff. Na sua primeira fala hoje, no Palácio do Planalto, ele deve ressaltar números herdados da administração Dilma, como um déficit fiscal de quase R$ 100 bilhões, e um número de desempregados de cerca de 11 milhões de brasileiros.

"É importante deixar claro para a sociedade qual é a situação do país que Temer está recebendo, caso contrário, ele que vai ser cobrado desde o primeiro momento pelo cenário deixado por Dilma", disse um interlocutor do presidente em exercício.

No discurso feito mais cedo, antes de deixar o Planalto, Dilma ressaltou os feitos de sua gestão, como conquistas sociais. Para aliados de Temer, ele precisa explicitar o quadro real do país, até mesmo para ganhar mais tempo nesse início de gestão para colocar na pauta reformas consideradas impopulares.