quarta-feira, maio 18, 2016

HRBA tem segundo melhor projeto de gestão hospitalar do Brasil Entrada x

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) recebeu mais um reconhecimento nacional em 2016. O diretor geral da unidade, Hebert Moreschi, foi premiado pela Federação Brasileira de Administradores Hospitalares (FBAH) por ter o segundo melhor projeto de gestão hospitalar do Brasil. A premiação aconteceu na noite desta segunda-feira, 16, em São Paulo. Receberam reconhecimento os administradores das instituições que apresentaram os projetos mais eficientes, responsáveis e criativos, baseado em rigorosos critérios técnicos. O HRBA competiu com projetos de instituições de todo o país. O hospital já havia ficado em primeiro lugar em 2014.

O resultado mostra que uma gestão eficiente pode render frutos, mesmo quando se está localizado no interior da Amazônia, distante dos grandes centros. “Mostra o quanto a equipe do HRBA é comprometida, competente e aliada aos princípios norteadores fundamentais da saúde. Mostrando que nós, apesar de estarmos distantes de centros como Rio, São Paulo e Minas, estamos alinhados às melhores práticas existentes. Agora nós vamos buscar, também, uma certificação internacional”, conta Moreschi.

O Hospital Regional de Santarém foi o primeiro hospital público, no Norte do Brasil, a obter a certificação ONA3 – Acreditado com Excelência, em 2014. Para obter essa certificação máxima, mais de 1.700 itens são avaliados. O processo é feito por instituição especializada em avaliar a qualidade da assistência prestada pelas unidades de saúde, garantindo que os serviços fornecidos estão de acordo com os mais altos padrões nacionais.

Para o diretor da unidade, os hospitais regionais assumiram um papel fundamental na promoção à saúde da população do interior do estado. “Esse prêmio é um reconhecimento de uma estratégia acertada do Governo do Estado na descentralização da alta complexidade, levando resolutividade e assistência à população no interior do estado do Pará. Hoje, os hospitais regionais representam uma evolução significativa na assistência hospitalar a toda população paraense”, explica Hebert Moreschi.

Atendimentos
Em 2015, o Hospital Regional do Baixo Amazonas realizou quase 500 mil atendimentos. Mais de 4.300 cirurgias foram realizadas. Na oncologia, o total de sessões de quimioterapia foi de quase 7.900 em 2015, volume 189% maior que em 2009. Em 2011 foram realizadas quase 12 mil sessões de radioterapia. Em quatro anos, esse número aumentou em mais de 15 mil, o que representa um crescimento de 127%. As consultas oncológicas também cresceram. Mais de 12.400 foram realizadas em 2015. Em comparação a 2011, o aumento foi de 136%.

Ensino e pesquisa
O hospital também é referência no ensino e pesquisa na Região Norte do país, sendo habilitado pelos Ministérios da Saúde e da Educação como Hospital Ensino. Neste ano, foram disponibilizadas 30 vagas em 13 especialidades para residência médica. A residência multiprofissional na Atenção Integral em Ortopedia e Traumatologia oferece 14 vagas, compreendendo seis cursos. Ao longo do ano passado, 1.724 estudantes cumpriram estágio curricular no hospital.

Reconhecimentos
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou, em março, os nomes dos hospitais que possuem os mais altos padrões de qualidade no atendimento fornecido à população. A lista contemplou 133 hospitais, entre públicos e privados. O HRBA foi a única instituição pública da região Norte na lista. Em maio, mais uma publicação nacional confirmou a qualidade do serviço oferecido pelo HRBA à população do Oeste do Pará. A revista Exame publicou em seu site a lista com os 10 hospitais públicos de excelência no Brasil. Dos quase 3 mil hospitais públicos do país, apenas dez possuem o certificado de excelência concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), sendo que o HRBA e o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT) são os dois únicos hospitais da lista fora da região Sudeste.

O HRBA ostenta títulos como Hospital Amigo do Meio Ambiente e Hospital Carinho, além de ter sido apontado como referência em gestão e qualidade pela III Conferência Latino-Americana da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis, realizada na Argentina.

Hospital
O Hospital Regional de Santarém é referência para mais de 1,1 milhão de pessoas, oriundas de 20 municípios do Oeste do Pará.  Atualmente, no interior do Pará, o HRBA é a unidade de saúde que menos referencia pacientes para outros centros, ao mesmo tempo em que é o hospital que mais agrega especialidades de alta complexidade. São 30, incluindo oncologia e neurocirurgia. O HRBA é uma unidade pública e gratuita de saúde, pertencente ao Governo do Pará e administrado, desde 2008, pela entidade beneficente Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Joab Ferreira - ASCOM/HRBA