sexta-feira, maio 13, 2016

Como as mudanças em Brasília podem afetas Itaituba

Esse espaço sempre foi usado para tratar de questões que afetam diretamente a vida da população itaitubense, coisas concretas do cotidiano local, mas hoje é inevitável não  voltar o olhar para o que está acontecendo em Brasília e, tentar entender de que forma as mudanças que ocorrendo por lá irão repercutir aqui em Itaituba.
A primeira constatação que se tem é a total dependência do município de recursos do governo federal para continuar as obras que estão em andamento e uma delas é  a reforma do Paço Municipal que é tocada com verbas do ministério das cidades e que está trocando de mãos. Com isso  todas as expectativas ficarão em cima da equipe de governo que está sendo montado pelo vice-presidente, agora no exercício da presidência, Michel Temer para saber se os novos ministros seguirão cronogramas de seus antecessores.
E por falar em composição de ministérios, o governo Temer já está sendo comparado a um time de futebol que para reagir na competição contrata jogadores veteranos para tentar salvar a equipe de um fracasso iminente. O presidente em exercício abortou a ideia de formar um ministério de notáveis e está trazendo para o seu governo velhos medalhões da  política brasileira, alguns já acostumados com vícios entranhados na administração federal.
Para os gestores municipais que lutam pela reeleição como a prefeita Eliene Nunes, se a situação já estava ruim com o atraso no repasse de recursos, agora, com a troca de governo pode ser ainda pior, porque a desculpa de arrumar a casa deve aumentar a demora para a liberação do dinheiro que falta para a conclusão das obras que estão em andamento.
Essa e outras questões urgentes vão provocar uma nova peregrinação de prefeitos nos gabinetes ministeriais; nesse momento é importantíssimo o apoio de um deputado federal para agilizar os pedidos de audiências e abreviar a liberação do dinheiro, que é o que os prefeitos mais desejam neste momento.
Weliton Lima, jornalista
Comentário do Focalizando, quinta (12/05)