domingo, maio 29, 2016

Assalto a ônibus da Ouro e Prata resulta em assassinato de um passageiro

Passageiros do ônibus pertencente à empresa Viação Ouro Prata, na linha Santarém/Belém foram vítimas de assalto na BR 422, aceca de 35 km do município de Novo Repartimento, no sentido da cidade de Tucuruí. 

Segundo informações preliminares, o ônibus  foi abordado  por volta das  03:15 da madrugada deste sábado (28) por quatro homens armados.

Os assaltantes que fizeram um verdadeiro pente fino no ônibus. 

No momento da abordagem, o passageiro Cleibe Pereira da Silva, de 34 anos, dormia. Ao despertar do sono, acabou assustando-se com  o assalto que ocorria,  momento em foi alvejado por um disparo de arma de fogo que na altura do pescoço, a vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

O ônibus foi conduzido para a cidade de Tucuruí onde o corpo foi removido.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso; a Polícia Militar faz buscas na região para tentar locar os assaltantes. 

Cleibe Pereira da Silva residia no município de Uruará, no sudoeste do estado e segundo informações,  o mesmo iria até a cidade de Goianésia do Pará onde encontraria com a sua filha, uma menina de cerca de 8 anos de idade, que vinha do município de Dom Eliseu na companhia da sua tia, para passar uns dias com seu pai.

por Kléber Ranieri - Repórter informa
----------------------------------
Meu comentário: Por questão de poucos minutos eu não passei por uma horrorosa experiência como essa.

Vinha eu de Itupiranga para Itaituba, após o acidente que sofri na reta final da primeira viagem de moto, junto com o Jadir.

De madrugada eu acordei dentro do ônibus com uma barulheira muito grande do lado de fora. 

Saí para ver o que estava acontecendo, e me assustei quando me deparei com dezenas de pessoas, inclusive algumas crianças, chorando muito.

O ônibus no qual aquelas pessoas viagem, da mesma empresa dona do ônibus no qual eu vinha, acabara de ser assaltado.

Os bandidos fizeram uma limpeza geral.

Eu só fui sossegar um pouco meu juízo quando o ônibus já estava dentro da balsa que faz a travessia do Rio Xingu, pois o problema começa quando se atravessa o rio no sentido de Marabá.

Imagino como essas pessoas se sentiram ontem, com o agravante do assassinato desse senhor.