sexta-feira, abril 01, 2016

Servidores em movimentos sociais protestam contra mudança da gestão do Incra em santarém

Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Santarém (PA) lançaram nesta sexta-feira (1º) uma carta pública de reivindicações. A iniciativa decorre da recente troca no comando da Superintendência, em que o servidor de carreira, Claudinei Chalito da Silva, engenheiro agrônomo, foi exonerado para dar lugar a Adaías Cardoso Gonçalves. A portaria de nomeação do novo superintendente foi publicada no dia 30 de março, surpreendendo os servidores, que foram excluídos de qualquer discussão.

A carta foi elaborada durante assembleia realizada neste dia 1º de abril, na sede do Incra em Santarém, e que congregou diferentes categorias do órgão. “Reafirmamos o nosso repúdio à interrupção do processo que vinha se construindo na SR 30 através do diálogo com os servidores, prestadores de serviço, público beneficiário, movimentos sociais, órgãos de controle e outros órgãos públicos da região e exigimos o imediato cumprimento dos critérios do Decreto Presidencial nº 3.135/1999 para a escolha dos superintendentes”, destaca o documento.

Fonte: CNASI (Confederação Nacional das Associações dos Servidores do INCRA)