sexta-feira, abril 22, 2016

SEFA desabilita 647 empresas em Itaituba

            A Secretaria de Estado de Fazenda está apertando as empresas da região Oeste do Pará, causando muito incômodo no meio empresarial, com muitos empresários reclamando que está havendo punição para quem está rigorosamente em dia com suas obrigações.
            O motivo do cerco, segundo o blog apurou, está ligado à emissão do Cupom Fiscal, cujo prazo para adoção expirou faz alguns anos, sem que uma parte das empresas tenha adotado sua prática regular.
            O aperto está acontecendo em Santarém, onde alguns estabelecimentos comerciais baixaram as portas por não conseguirem justificar os motivos de não terem tomado as providências cabíveis, apesar do largo espaço de tempo.
            No caso de Itaituba, segundo uma liderança da classe empresarial que pediu que seu nome não fosse citado, por enquanto, já foram desabilitadas 647 empresas.
            O que causa indignação é que algumas dessas empresas, segundo seus proprietários, estão com tudo em ordem, e a desculpa para terem sido desabilitadas é de que o endereço não foi encontrado, o que sendo verdade, é um absurdo inominável.
            Uma nova impressora de cupom fiscal precisa ser adquirida pelas empresas, que ainda tem que pagar para desabilitar a que ainda está em uso.

            Os deputados Hilton Aguiar e Francisco Chapadinha serão procurados para que seja tentado um acordo com a SEFA para que a economia da região, que já está em frangalhos, não seja ainda mais afetada pelo que grande parte desses empresários classifica como falta de diálogo.