sexta-feira, abril 22, 2016

FHC: PSDB precisa repudiar elogios de Bolsonaro a tortura

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que o PSDB, partido do qual ele é presidente de honra, precisa repudiar afirmações como as do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Durante a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara, no último domingo, Bolsonaro homenageou o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-chefe do Doi-Codi, órgão de repressão da ditadura militar.

"O PSDB precisa repudiar com clareza essas afirmações, que representam uma ofensa aos cidadãos do país e, muito especialmente, aos que sofreram torturas", disse o ex-presidente em nota publicada em uma rede social nesta quarta-feira.

Ele afirmou que espera que a votação no Senado se processe "de forma mais conveniente, sem declarações estapafúrdicas como algumas que testemunhamos na Câmara dos Deputados". FH disse que especialmente a declaração do deputado Bolsonaro o desagradou.

"É inaceitável que tantos anos após a Constituição de 1988 ainda haja alguém com a ousadia de defender a tortura e, pior, elogiar conhecido torturador", completou o ex-presidente.

Leia abaixo a nota na íntegra:

"O processo do impeachment começa agora a tramitar no Senado. Esperamos que os trâmites legais sejam todos cumpridos, sem delongas. E quando chegar o momento da decisão dos senadores, que a votação se processe de forma conveniente, sem declarações estapafúrdicas como algumas que testemunhamos na Câmara dos Deputados. Especialmente uma me desagradou, aquela proferida pelo deputado Bolsonaro. É inaceitável que tantos anos após a Constituição de 1988 ainda haja alguém com a ousadia de defender a tortura e, pior, elogiar conhecido torturador. O PSDB precisa repudiar com clareza essas afirmações, que representam uma ofensa aos cidadãos do país e, muito especialmente, aos que sofreram torturas". (Jornal Extra)
-----------------------------------------
Comentário do blog: Alguém, com a estatura política de FHC, precisava dizer alguma coisa sobre as baboseiras proferidas por esse tresloucado e irresponsável do Jair Bolsonaro. Felizmente, ele, que foi uma das inúmeras vítimas da ditadura militar disse o que tinha que ser dito.