quinta-feira, março 17, 2016

Vereadora Maria Pretinha quer aliviar a barra do governador

As chuvas cada vez mais intensas nos últimos dias, voltam a expor os velhos problemas de sempre, agravados pelas ocupações irregulares dos córregos e lagoas.
A prefeita Eliene Nunes, que vinha sonhando com a aprovação do projeto de saneamento básico para a Itaituba, agora vê essa possibilidade ficar cada vez mais distante, na medida em que se aprofunda a crise política em Brasília.
Aliás, saneamento, segurança, saúde e servidores que compõem os quatro "SS"  de uma administração publica estão com índices muito baixos aqui em Itaituba. Falta saneamento, segurança não existe e os servidores insatisfeitos cobram melhores condições de trabalho; os da educação, por exemplo, estão em pé de guerra com o governo por causa de salários.
Já na saúde, a grande frustração é por conta da paralisação das obras do Hospital Regional do Tapajós.
Curiosamente, a vereadora Maria Pretinha vem a público sustentando o mesmo discurso do governo do estado, de que a obra do hospital não está parada,  apenas desacelerou. Ora vereadora, com todo o respeito com a sua história na política itaitubense, não dá para a senhora ficar tentando tampar o sol com peneira para aliviar a barra do governador. Todos sabem, e a senhora também, que o serviço está parado, e por falta de pagamento.
Em vez de ficar tentando justificar o injustificável, o mais correto seria a senhora como vereadora e maior liderança do PSDB em Itaituba, cobrar do governador a retomada desse serviço para a conclusão dessa obra que é importantíssima para a população de Itaituba e de toda essa região.
Jornalista Weliton Lima
Comentário do telejornal Focalizando, hoje