segunda-feira, março 21, 2016

UFOPA participa de força tarefa contra o vírus Zica

O Laboratório Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos Naturais Bioativos (P&DBio) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) está participando da “Força-Tarefa contra o vírus Zika”, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Os estudos, quando finalizados, serão publicados na Biblioteca Digital Zika, que já conta com 175 artigos sobre a doença.

No acervo, há conteúdos específicos especializados, a partir de autor, título e assunto, de grupos que compõem a Rede Zika, com estudos relacionados às gestantes, plantas e produtos naturais, imunopatogenicidade e questões clínicas.

A Biblioteca Zika é pública e está disponível em: http://bdz.sbu.unicamp.br.
Na Ufopa, o P&DBio concentrará esforços na pesquisa e desenvolvimento de novas drogas antivirais e controle de Aedes aegypti. O projeto contribuirá com a bioprospecção de produtos naturais da Amazônia, formando o Banco de Extratos Bioativos com extratos e óleos essenciais de espécies tradicionais da região, que já são utilizadas para o controle de insetos. 

Serão analisadas 45 plantas medicinais e aromáticas, resíduos de serrarias e da indústria de óleos vegetais e plantas de ciclo curto para identificar extratos, óleos essenciais e moléculas com potencial antiviral, antiparasítico e inseticida, além de possíveis efeitos colaterais.

Ao final do projeto, espera-se desenvolver um protótipo de repelente anti-Aedes e a indicação de composições para fármacos antivirais à base de produtos naturais.

O projeto multidisciplinar é realizado em parceria com a Unicamp e outras instituições de pesquisa. É coordenado pelo professor visitante Lauro Barata (Ufopa/Unicamp) e envolve docentes do Instituto de Saúde Coletiva (Isco), Instituto de Biodiversidade e Florestas (Ibef) e Instituto de Ciências da Educação (Iced), além de alunos de mestrado e doutorado.

Comunicação/Ufopa
18/3/2016