sábado, março 12, 2016

Prefeito de Uruará escapou por pouco de ser afastado

Na manhã onte, sexta-feira (11), a cidade de Uruará esteve muito movimentada por causa do pedido de afastamento do prefeito daquele município da Transamazônica, Éverton Moreira (foto).

A Câmara de Vereadores, por meio de uma comissão processante instaurada no dia 19 de Fevereiro, tendo como base a denúncia de apropriação indébita de repasses de parcelas de consignado dos junto à Caixa Econômica Federal.

O dinheiro foi descontado dos salários dos servidores públicos municipais, mas não foi repassado para a instituição financeira, caracterizando apropriação indébita. 

Na sessão de ontem, a Casa de Lei colocou em votação o afastamento do prefeito, que foi rejeitado por 7 votos a 5. 

Votaram pela permanência do prefeito, os vereadores  Gedeon Moreira, Luiz Macedo, Rodoaldo, Silvestre, Valdecir Terra, Edison boca Preta e Macedônio.

Votaram a favor do afastamento, os vereadores Zenilson, Jachison, Amauri, Gilmar e Paulo Medeiros. Segundo informações o Vereador Manoel Ribeiro não estava presente na sessão, por estar viajando, mas também votaria a favor do prefeito.

Em uma reunião na noite de quinta Feira, o PT, que fazia parte do governo, rompeu, posicionando-se favorável ao afastamento do prefeito.  

Fonte: Uruará em foco
Edição de texto: Jota Parente