quinta-feira, março 31, 2016

O legado da Operação Lava Jato

Esse projeto de iniciativa popular que começa a tramitar no congresso nacional  surge como um alento, um sopro de esperança no combate à corrupção que se transformou num mal endêmico no Brasil.
A  desonestidade de agentes públicos permeia todos os níveis da administração pública e subtrai0 ainda mais os parcos recursos da saúde, educação e saneamento básico, prejudicando as camadas mais pobres da sociedade.  
A lei anticorrupção, como está sendo chamada, prevê punição mais rápida e penas mais severas para quem for apanhado desviando dinheiro publico.
Outro importante ponto desse projeto de lei é que ele vai enquadrar todo mundo, grandes e pequenos. Por essa lei, desvios de recursos acima de cem salários mínimos passam a ser considerados crimes hediondos.
Se essa lei já estivesse em vigor, muitos agentes públicos que enriqueceram ilicitamente, e os que ostentam patrimônio incompatível com seus salários e, aqui em Itaituba não são poucos, já estariam na cadeia; a população já teria se livrado dessas pessoas que são verdadeiras aves de rapina do dinheiro público.
Cabe agora à sociedade fazer pressão em cima dos deputados e senadores para que esse projeto de iniciativa popular tramite com rapidez e sem ser alterado  no seu conteúdo base. Se esse objetivo for alcançado, essa lei será mais um legado que a operação lava-jato deixará para o país.

Jornalista Weliton Lima, comentário veiculado no telejornal Focalizando (TV Tapajoara), nesta quinta-feira, 31/03