domingo, março 06, 2016

Em jogo de superação, Econorte ganhou o feminino em cima das Zeradinhas

Econorte, campeã feminina
Foto: Jota Parente

A primeira decisão foi no feminino, entre as equipes As Zerinhas e Econorte.

Foi uma vitória da superação da Econorte, que foi para o campo de jogo deixando apenas uma atleta no banco de reservas.

Já As Zeradinhas, além do time que começou a partida, tinha outro tanto no banco.

Quando o jogo começou, tudo levava a crer que As Zeradinhas ganhariam com certa facilidade, pois chegaram a abrir 2x0, ao passo que as garotas do Econorte não conseguiam armar boas jogadas.

Mas, depois da metade do primeiro tempo, o time da Econorte começou a criar boas situações, até encontrar o primeiro gol.

Depois disso, cresceu de produção, virando o placar e terminando com a vitória pela contagem de 4x3.

Como disse no começo, foi a vitória da superação, porque a principal jogadora da Econorte, que mais tarde viria a ser escolhida craque da competição, torceu o tornozelo direito e saiu carregada de campo, chorando e sendo substituída pela única atleta que havia no banco.
As Zeradinhas, vice-campeãs feminina
Foto: Jota Parente

Sem peças de reposição, o técnico da Econorte teve que pedir tempo para que suas atletas tivessem oportunidade de respirar. Foi aproveitada até a contusão de uma atleta para que as outras descansassem.

No final, venceu a equipe que se entregou mais no jogo, lutando bravamente, merecendo a conquista.


4x3 foi o resultado para a Econorte.