quinta-feira, março 17, 2016

Alternativa FM inaugurou, hoje, novo estúdio em novo endereço


Pelos motivos que expliquei hoje de manhã, não foi possível eu estar presente nesse momento tão especial da Alternativa FM, a nossa rádio comunitária.

Já disse antes em uma das edições de O Assunto É Este, que essa emissora fez com que eu renovasse o meu sempre presente desejo de fazer rádio, porque é diferente e quase tudo que já fiz.

A Alternativa é democrática de verdade, desde que a gente respeite as diretrizes que norteiam o nosso trabalho, porque democracia não é sinônimo de anarquia.

Na Alternativa, ninguém diz o que você pode ou não pode falar; não tem ninguém agindo como censor, pois cada um é responsável pelos seus atos, e quem extrapola os limites do bom senso, tem que responder pelos excessos praticados.

A Alternativa é, de verdade, uma rádio eclética. Tem programas religiosos de algumas denominações diferentes, cada um levando sua mensagem com sabedoria e tolerância. Nossa rádio tem programas diversificados, capazes de oferecer uma gama de opções para a audiência que é heterogênea. Existe muito amor pelo que a gente faz, em nossa rádio comunitária, mas, embora ela tenha adotado a comunidade, infelizmente, a comunidade não a adotou na mesma proporção.

A comunidade itaitubense precisa prestar mais atenção para essa emissora, que não tem padrinhos, nem orientação política de nenhuma ordem, sendo esse um dos muitos pontos positivos de seu trabalho. Por isso, além de eclética, ela é, também, imune a interferências de caciques políticos de qualquer matiz.

Ambiente parecido com esse, só encontrei na Rádio Rural de Santarém, nos quatorze anos que fiz parte daquela emissora, entre idas e vindas, pois lá a gente tinha muita liberdade, além das excelentes condições de trabalho.

Por tudo isso, afirmo que compartilho a felicidade que meus colegas estão sentindo hoje, na nova casa. E cito os nomes de três colegas de trabalho, homenageio todos os que por lá passaram e os que continuam: Antônio Santana, coordenador incansável, que está sempre lutando para a rádio melhorar, Lika, nossa competente e eficiente secretária e Júnior Carvalho, o novo engenheiro de som, pessoas que se dedicam para manter nossa rádio sempre em boas condições.

Neste sábado terei oportunidade de estrear no novo endereço, compartilhando o estúdio com o presidente recém-eleito da CDL, Patrick Souza e o presidente da ASEII, Fabrício Schubert, de dez ao meio dia.

Viva nossa querida Rádio Alternativa, mais poderosa do que nunca, agora na 8ª Rua da Bela Vista, no Centro Pastoral de São Sebastião.

Jota Parente