quarta-feira, janeiro 20, 2016

Setran, via Kleber Menezes, liberou rodovia estadual interditada, só na conversa

Foto: Carlos Sodré
A interdição da PA-483 por populares revoltados com a demora da Companhia Docas do Pará, do armador (dono do navio) e do transportador dos cinco mil bois que morreram no naufrágio do Haidar no Porto de Vila do Conde em dar uma solução ao caso sobrou para a Setran, que nada tem a ver com a tragédia socioambiental. Ontem, o secretário de Estado de Transportes, Kleber Menezes, passou oito horas seguidas negociando com os manifestantes e, sem qualquer uso de força ou aparato policial intimidador, desobstruiu os acessos ao distrito industrial de Barcarena e ao porto, num diálogo exemplar com a comunidade afetada. 

Aliás, em nove meses no cargo, Kleber imprimiu nova dinâmica ao trabalho na Setran: o secretário adjunto, Hélio Cardoso, que está há muitos anos trabalhando lá, cuida dos atos administrativos burocráticos a fim de permitir que o titular passe poucas horas no órgão, pelo simples fato de que os problemas estão fora da Secretaria. O resultado é que ele concluiu e deu ritmo a obras que antespatinavam. Pôde conhecer todos os 8.500 Km das rodovias estaduais do Pará, dirigindo nelas. Portos e aeroportos já conhecia todos, porque foi diretor de gestão portuária da CDP durante quase duas décadas, além de suas atividades esportivas com saltos de paraquedas. Como se diz, o caboclo é bom de trabalho.

Fonte: blog da Franssinete Frorenzano