domingo, janeiro 10, 2016

Belém quatrocentona e a violência do dia a dia

Hoje, por volta de 1h da madrugada, um carro preto parou na Doca de Souza Franco, em frente ao banco Santander, dois homens saíram e dispararam uma rajada de baladas na direção de adolescentes que estavam ao longo da mureta do canal. Todos correram desesperados na direção do shopping, os homens entraram no carro e saíram em alta velocidade. Logo em seguida, uma ambulância do Samu e a polícia chegaram ao local. A cena, testemunhada por vários moradores de prédios na vizinhança, já se repetiu várias vezes nos últimos anos. 

Ontem, por volta das 16:45 h, bem na porta do hotel Princesa Louçã (ex-Hilton), um turista oriundo de Macapá foi assaltado à mão armada. Havia movimento na rua e a câmara de vigilância gravou tudo. O vídeo circula nas redes sociais. 

Outro dia, a minha irmã foi levar uma amiga que está passeando em Belém para conhecer o Portal da Amazônia. Foi aconselhada por um guarda municipal a tomar o primeiro retorno e não seguir até o final da orla, por ser aquele local "muito perigoso". E era no início da tarde!

Agora, se tudo isso acontece em áreas nobres e ponto turístico de Belém do Pará, é de se imaginar o terror na periferia. Salve-nos, quem?!

Fonte: blog Uruatapera (Franssinete Frorenzano)