terça-feira, dezembro 15, 2015

Polícia Federal faz buscas nas casas de Eduardo Cunha, aliados de Renan e ministros de Dilma

BRASÍLIA E RIO – O Globo - A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira mandado de busca e apreensão na residência oficial do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília. A PF também recebeu ordem para buscar provas na casa de Cunha na Barra da Tijuca, no Rio.

Ainda foram realizadas buscas nas residências do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE), e dos senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), assim como em endereços do ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves e do da Ciência e Tecnologia, Celso Pansera, ambos do PMDB.

Segundo a GloboNews, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, pediu autorização para busca e apreensão na residência oficial de Renan Calheiros, mas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki negou.

A chefe de gabinete do presidente da Câmara, Denise Santos, também foi procurada por agentes. Eles passaram cerca de uma hora na Diretoria Geral, órgão que cuida da parte administrativa da Casa. Antes de cumprir a diligência, os agentes estiveram na Polícia Legislativa, que os acompanhou durante todo o trabalho facilitando, inclusive, que saíssem sem ter contato com os jornalistas.

Na residência oficial de Cunha foram apreendidos três celulares pertencentes ao presidente da Câmara. A PF apreendeu também ipad e laptop na casa de Cunha, segundo disse ao GLOBO uma fonte que acompanha o caso de perto. A mulher do peemedebista, Cláudia Cruz, está na residência oficial. Teori também autorizou devassa nos emails de Eduardo Cunha.

Estão sendo realizadas buscas também na casa do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, no Ceará, e em escritórios de advocacia e em empresas com contratos com a estatal. Machado foi indicado pelo cargo pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, também alvo da Lava-Jato.