quinta-feira, dezembro 31, 2015

Eliene não tem pressa de escolher partido

A prefeita Eliene Nunes, pelo menos por enquanto, não pensa em fazer nenhum movimento de debandada do PSD, mesmo sendo apeada da direção do partido do jeito que foi.
Passado o momento inicial de choque por ter perdido a legenda com a qual estava plenamente identificada, a prefeita continua filiada ao PSD e espera um pedido formal de desculpas ou pelo menos uma justificativa da direção nacional do partido, e não aparenta ter pressa em escolher uma nova legenda para a disputa da eleição no ano que vem.
A estratégia da prefeita, pelo visto, é ganhar tempo e estender esse suspense até o prazo limite para as filiações partidárias, e futuramente até adotar um discurso de vitima e tentar colar no seu adversário, a pecha de dado a esse golpe para desestabilizar o seu projeto de reeleição.
E por falar em eleição, quem deve surgir no cenário político em 2016 é o ex-prefeito Roselito Soares, que já está planejando uma reaproximação com o eleitor itaitubense, mas de acordo com informações de pessoas  próximas ao ex-prefeito, a princípio ele não teria nenhum envolvimento direto na campanha eleitoral de 2016.
Seu projeto é coordenar uma ação de retomada da discussão sobre o estado do Tapajós. Roselito planeja reiniciar a sua trajetória política do ponto em que ela foi interrompida e mira a eleição de deputado estadual em 2018 e sabe que quanto mais prolongar a sua ausência de Itaituba, maior será a dificuldade para voltar a exercer a liderança política que ainda acreditar ter.
Como se vê as principais apostas políticas para o inicio de 2016 são: Saber qual o partido que a prefeita vai se filiar. Já ex-prefeito, se retornar para fixar residência aqui no município, será que ele vai mesmo resistir à tentação de não se envolver com a campanha eleitoral... E se por acaso ele resolver apoiar uma candidatura, qual delas ele apoiaria? Essa pergunta eu mesmo fiz ao ex-prefeito, mas, ele não quis responder...

Jornalista Weliton Lima, comentário veiculado no telejornal Focalizando, quinta, 31/12/2015