terça-feira, dezembro 08, 2015

Diniz: enfermeiros de preto...

O líder do PMDB, vereador Manoel Diniz, destacou o fato de os enfermeiros que ocuparam boa parte das cadeiras da Câmara na manhã de hoje tirem ido à casa de leis vestindo preto, como protesto pelas demissões.

Em vez da consagrada cor branca, que os enfermeiros usam, hoje eles trajam preto, ressaltou Diniz.

Diniz pediu que o líder do governo, vereador Wescley Tomaz levasse um recado para a prefeita.

“Recuar não é vergonhoso, vereador. Basta que a gente olhe para a decisão tomada pelo governador Geraldo Alckimin, que embora esteja convencido de que tomou a decisão correta na questão das mudanças na educação em São Paulo, achou melhor recuar”.

Enquanto ele falava, Wescley saiu do plenário, o que irritou um pouco o vereador pemedebista, que chegou a chamar seu colega do PSC. Depois, como Wescley deixou mesmo o plenário, Diniz dirigiu-se ao vice-líder, vereador Orismar Gomes, ao qual pediu que levasse a mensagem para a prefeita.