quinta-feira, dezembro 31, 2015

CDL termina o ano de 2015 e começa 2016 com impasse na eleição para nova diretoria - Parte 1

Patrick Sousa
Foto: JParente
A Câmara de Dirigentes Lojistas, de Itaituba, termina 2015 e entra em 2016 com um impasse que já foi parar na Justiça, atinente à eleição.

De um lado está o atual presidente, o empresário Davi Menezes.

Do outro, o empresário Patrick Souza, juntamente com os empresários Judson Lira, Fabrício Shubert e mais alguns outros.

De acordo com o que disse Patrick ao blog, no início da tarde de hoje, o atual presidente Davi Menezes deixou de observar o que determina o estatuto da entidade, quando não baixou o edital de convocação para nova eleição, o que deveria ter sido feito até metade do mês de abril, com a eleição devendo, obrigatoriamente, ter sido marcada até meados de outubro.

Davi baixou o edital de convocação no começo de dezembro, quando os ânimos entre as duas partes já se encontravam bastante acirrados.

A eleição foi convocada para o dia 18 de dezembro. Porém, no dia 17, o grupo liderado por Patrick pediu que a Justiça concedesse liminar, suspendo a eleição, o que foi deferido pelo juiz Cleitoney Passos.

Pouco depois disso a reportagem do blog conversou com o presidente Davi Menezes, que disse que ainda iria decidir se recorreria ou não da decisão, pois não estava convencido de que deveria constituir advogado para tentar derrubar a liminar.

Hoje, em nova conversa do blog com Patrick Souza, ele disse que seu grupo vai aguardar a passagem de ano para dar os próximos passos.

No seu entendimento, a partir de 1º de janeiro de 2016 a CDL estará sem diretoria em Itaituba.