segunda-feira, dezembro 28, 2015

Além do orçamento do ano que vem, vereadores aprovaram cheque em branco para Eliene

O vereador Isaac Dias não apresentou seu relatório sobre o orçamento de 2016, mas, mesmo assim ele foi aprovado por uma manobra regimental do presidente da Câmara, João Bastos Rodrigues, com abstenção de Isaac.

Até aí tudo bem, porque o Regimento Interno não foi rasgado.

O problema que ninguém noticiou porque passou despercebido foi a suplementação de verba que foi aprovada pelos senhores e senhoras edis.

Aprovaram 100% de suplementação em cima do orçamento.

Senhores e senhoras contribuintes, o que os vereadores fizeram, na prática, foi assinar um cheque em branco para a prefeita Eliene Nunes, que não precisará deles, em 2016, para nada que diga respeito ao orçamento.

Normalmente, o legislativo autoriza alguma suplementação, mas, quase nunca de um percentual nem perto de 100%.

Faz parte do jogo político, pode-se dizer, até do equilíbrio de poderes, para evitar que o Executivo tenha poderes demais, conceder um percentual muito menor, para mais tarde, caso necessário, o prefeito ou a prefeita, caso precisem, negocie com o Legislativo um percentual. Mas, os vereadores de Itaituba preferiram assinar um cheque em branco para Eliene.

Isso significa, simplesmente, que no caso de acontecer um aumento muito grande da arrecadação, a prefeita não precisará dos vereadores para nada, concernente a essa questão.

O orçamento para 2016 é de R$ 318 milhões, 684 mil e 255 reais.

Com a aprovação da suplementação em 100%, a gestão atual poderá gastar sem precisar pedir autorização da Câmara, até o mesmo montante, o que equivalerá ao total de R$ 737 milhões, 368 mil e 510 reais.

Bom demais, não?