segunda-feira, novembro 02, 2015

Homem foi morto na Floresta porque não quis pagar pedágio para a bandidagem

Nazareno Santos (Tribuna Tapajônica) - A ousadia e cara de pau dos bandidos chegou a um limite insuportável em Itaituba com o chamado “pedágio” imposto por vários deles e alguns bairros da cidade entre eles o da Floresta. Foi por não respeitar esse pedágio que Francimax Pires Amorim, 30 anos, foi assassinado com 12 facadas no bairro da Floresta. 
            A vítima mesmo ferida ainda tentou correr mais não conseguiu escapar, o crime ocorreu à zero hora do dia 1º.  Os três bandidos seriam menores.
            O irmão da vítima, Francisco Amorim de 28 anos esteve prestando depoimento e registrando B.O na 19ª Secciona quando foi ouvido pela delegada Suelen.
Ele disse que seu irmão veio de Santarém para fazer o exame do ENEM e neste domingo dia 1º iria retornar, Francisco disse que Francimax foi perseguido por três homens entre eles um conhecido por Lulinha. O crime com requinte de violência ocorreu na 6ª Rua do Bairro da Floresta.

            A vítima retornava para a casa do irmão quando ao passar pelos três elementos foi impedido já que teria que pagar um pedágio. Como Francimax recusou-se a dar dinheiro para os bandidos passou a ser esfaqueado recebendo cerca de 12 golpes em várias partes do corpo.   Os bandidos após o ato criminoso evadiram-se e a Policia não conseguiu prende-los, embora já estejam no encalço deles.