quarta-feira, novembro 11, 2015

Campanha contra corrupção será tema do Círio Social em Santarém

A Diocese de Santarém, no oeste do Pará, confirmou na manhã desta terça-feira, 10 de novembro, que o tema do Círio Social de 2015 será o combate à corrupção, tendo como foco a coleta de assinaturas para a campanha Dez Medidas Contra a Corrupção, lançada em agosto pelo Ministério Público Federal (MPF)  e pelo Ministério Público do Estado do Pará (MP/PA). O Círio de Santarém acontece no dia 22 de novembro, domingo, e a festa vai até o dia 8 de dezembro.

A Faculdades Integradas do Tapajós / Universidade da Amazônia (Fit/Unama) também será parceira na campanha para coletar assinaturas no Círio, com a participação dos alunos do curso de direito, e fará o lançamento oficial do apoio no próximo dia 16, no auditório da instituição.

De acordo com o bispo da Diocese de Santarém, Dom Flávio Giovenale, o Círio Social é uma contribuição social durante a Festa de Nossa Senhora da Conceição, quando é eleita uma ação que traga benefícios para a comunidade, a exemplo da parceria feita no ano passado com a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa), para doação de sangue e de medula óssea.

No dia da romaria principal, 22 de novembro, será montada uma tenda em frente à sede do MPF em Santarém, na avenida Cuiabá, por onde passa a procissão. Procuradores da República, promotores de justiça, servidores, alunos do curso de direito da Fit/Unama e estagiários do MPF vão coletar assinaturas na tenda e percorrer a procissão com o mesmo objetivo.

No dia 28 de novembro, sábado, haverá coleta de assinaturas na saída da 21ª Caminhada de Fé com Maria, em Mojuí dos Campos. A caminhada é tradição do Círio. Os fiéis percorrem a pé o percurso de 38 quilômetros entre Mojui e Santarém durante toda a madrugada.

A programação culmina no dia 9 de dezembro, no Recírio. Esse será o Dia D de Combate à Corrupção na região do Baixo Amazonas, quando haverá coleta de assinaturas nas comarcas do polo.

A campanha Dez Medidas contra a Corrupção alcançou na semana passada 10 mil assinaturas no Pará e já conta com 600 mil assinaturas em todo o país. Lançada no início do semestre, a iniciativa pretende reunir 1,5 milhão de assinaturas para que propostas de alterações legislativas sejam levadas ao Congresso Nacional por meio de projeto de lei de iniciativa popular.


Lila Bemerguy, de Santarém


Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação