quarta-feira, outubro 14, 2015

Preço do cimento baixou em dois reais

Num momento de inflação alta, a Itacimpasa surpreende o mercado baixando o preço da saca de cimento em dois reais. Nas lojas, o efeito dessa medida foi imediato

Nas lojas de materiais de construção, os estoques de cimento estão diminuindo em ritmo acelerado em razão da queda no preço. Segundo o empresário, em campanhas anteriores, a sua loja já chegou a vender mais de dois mil sacos por dia, e a meta agora é superar este número em mais de 50%. Essa expectativa é baseada no preço do sacão de cimento para o consumidor, que foi reduzido pelo fabricante.O produto baixou de R$ 23,88 para R$ 21,88 Isso permitiu ao comercio praticar uma redução de até 11%, em média.

Desde a segunda metade da década de 1980, Itaituba se tornou o município que mais fornece matéria prima para o cimento e o produto acabado. Mas os preços praticados aqui sempre foram bem acima dos praticados em outros municípios que não têm o mesmo recurso. Isso se explica pela falta de concorrência.

Nos tempos atuais, em algumas lojas, a redução foi de quase 15%, e o produto baixou de R$ 26,50 para R$ 23,50, resultado do que veio de queda de preço direto do fabricante. Mas essa redução no preço do cimento não é exatamente por uma generosidade da indústria, mas sim uma estratégia de afastar a concorrência com outras marcas que já estão de olho no futuro crescimento da construção civil aqui na região. É exatamente essa concorrência que falta, segundo diz este empresário do setor da construção civil, que precisa comprar cimento praticamente todos os dias.

E a opinião de outros empresários do setor é que ainda há margem para o preço do cimento baixar mais um pouco, isso porque após a audiência publica realizada na Câmara de Vereadores, a ITACIMPASA fez uma promoção e vendeu cimento a R$ 23,88.


Fonte: blog do Mauro Torres