segunda-feira, outubro 26, 2015

Igreja Católica não abre mão do terreno na área que foi doada para a UFOPA

D. Vilmar diz que Igreja Católica tem documento de doação e não vai abrir mão

A prefeita Eliene Nunes tem um problema muito complicado de resolver: o terreno que a prefeitura doou para a Igreja Católica na gestão passada, que foi incluído na área doada para a UFOPA.

A área também foi doada para outras entidades, que pelo menos em público não se manifestaram até agora.

Trata-se de lei sendo criada em cima de lei que já existia.

O bispo prelado de Itaituba, D. Vilmar Santin, que se encontra em São Paulo participando de um encontro de bispos católicos do Brasil, chega amanhã de volta ao município.

Informado por pessoas ligadas à igreja sobre esse assunto, o bispo disse que a Igreja Católica não abrirá mão da área, pois já está definido que ali será construído um templo.

D. Vilmar foi muito firme em suas palavras, quando deixou clara a posição da igreja local sobre o imbróglio do terreno.

Todo jogo de cintura vai ser exigido da prefeita Eliene Nunes para tentar resolver esse problema de uma maneira que deixe todos satisfeitos, pois a última coisa da qual ela precisa neste momento, no qual já tem dificuldades de sobra para administrar, é alimentar uma encrenca com a grande comunidade católica itaitubense. E pior: em pleno período pré-eleitoral.


Agora, que vai dar trabalho, isso vai, pois é encrenca das grandes.

´

Ofício da gestão passada informando a doação do terreno na área doada agora para a UFOPA

Título de doação na gestão passada para a Igreja Católica

Área dividida e titulada na administração passada, onde está o terreno da Igreja Católica

A mesma área, doada pela atual administração para a UFOPA, titulando o que já estava titulado