segunda-feira, setembro 14, 2015

Sobral conseguiu, mas, fez diferente

Resultado de imagem para foto do símbolo de sobralQuando Cid Gomes foi eleito prefeito da cidade de Sobral, o município vivia às turras com o IBGE pelo mesmo problema vivido por Itaituba há vários anos: as lideranças locais tinham convicção de que havia mais gente do que o órgão responsável pelo censo informava.

Foram anos e anos de luta para tentar uma recontagem, sem sucesso.

Cid Gomes, que depois viria a ser governador do estado, decidiu atacar o problema com uma nova estratégia. Ele contratou uma empresa especializada, credenciada pelo IBGE, a qual fez uma recontagem da população sobralense.

O resultado foi a confirmação de que o censo oficial não tinha sido feito corretamente, aumentando consideravelmente o número de habitantes e o repasse do FPM, dentre outros.

Sobral passou a receber cerca de 20% a mais do que recebia até então. E não pararam por aí os benefícios, pois houve aumento de repasse para diversos serviços cuja verba é de responsabilidade do governo federal, como na saúde, por exemplo.

Talvez valha a pena a administração municipal de Itaituba ir atrás das informações para, quem sabe, seguir o mesmo caminho, pois se depender da boa vontade do IBGE, o município vai continuar sendo penalizado.

As informações a respeito dessa providência do governo de Sobral foram passadas pelo empresário Paulo Gilson Pontes, que ficou por vários dias naquela cidade cearense, onde conversou com vários políticos locais, incluindo um deputado estadual que prestou esses esclarecimentos ao empresário.